Header Ads

Deus acima tudo!

Fala, galera!
Tudo na paz? 

Fiquei um tempo sem postar, mas estou de volta!

O assunto de hoje surgiu numa conversa com um dos meus filhos...

O que acontece quando colocamos o dinheiro, os desejos da adolescência ou uma aventura sexual como mais importante em nossas vidas? 

As respostas a essas perguntas serão esclarecidas até o final dessa postagem...

Bom... Primeiramente, vamos deixar bem claro qual a ordem correta!

"Buscai, pois, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." (Mateus 6:33)

Sempre que as demais coisas estão acima de Deus, essas coisas não nos satisfazem e vivemos vazios de Deus.
Sempre que Deus está acima de tudo, a presença de Deus nos satisfaz e, ainda, Ele não nos deixa ter falta de nada.

Sempre que gostamos de algo ou consideramos importante, dizemos "tal coisa" é "TUDO", pelo menos aqui no Rio de Janeiro é assim! 
Por exemplo, alguns dizem: -"Chocolate é tudo!" outros: "Praia é tudo!" 
Mas não necessariamente isso queira dizer que chocolate ou praia esteja acima de Deus...

Porém, algumas pessoas realmente invertem a ordem e vivenciam consequências.

Vejamos alguns casos...

1) Para Ananias e Safira (Leia Atos 5:1 - 10) o amor ao dinheiro e o desejo de serem considerados importantes era "tudo".

Após Barnabé ter vendido uma propriedade e ofertado todo o valor para os apóstolos, para que fosse repartido entre os necessitados, Ananias e Safira também o fizeram, porém mentiram.  Eles venderam um terreno e afirmaram que ofertaram o valor total da venda para ajudar aos irmãos pobres. Eles queriam parecer pessoas generosas, mas, ao mesmo tempo, ficaram com parte do dinheiro.

O grande problema não é ter dinheiro, mas o dinheiro ter você!
A questão não é o dinheiro, mas o amor ao dinheiro...

"Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores." (1 Timóteo 6:10)

Cristão que negligencia o dízimo, está colocando o dinheiro como prioridade na vida. E isso traz consequências trágicas...

Faraó exigiu 20% de tudo o que os egípcios produziam e eles o acharam generoso por isso (Gn 47:23-26). Deus pede 10% e tem crente que reclama! Pode?

Lembre-se: Sempre que ferirmos um princípio, seremos feridos por ele.

2) Para um adolescente na idade de José do Egito, sexo era "tudo"; mas para José, Deus estava acima de tudo e o próprio Deus o honrou.

“José era formoso de porte e de aparência. Aconteceu, depois destas coisas, que a mulher de seu senhor pôs os olhos em José e lhe disse: ‘Deita-te comigo’.” (Gn 39.6b-7.)

José rejeitou a proposta da esposa de Potifar. Ele lhe explicou sua posição de integridade como mordomo, isto é, digno da confiança de seu senhor, e também falou sobre seu Deus – que não cometeria esse pecado contra o Senhor. Mas ela continuou falando a José “todos os dias” (v.10).

Certamente ela era uma mulher sensual, provocante. Sua insistência com José demonstra um coração cheio de lascívia e a loucura do adultério como idéia fixa em seu pensamento. 

Entenda: Antes do diabo nos vencer de fato e de verdade, ele nos vence na mente.

Pensamentos criam possibilidades, e as possibilidades se concretizam quando houver uma oportunidade.
A maior batalha espiritual acontece na mente!

Se passamos horas pensando em sexo, na verdade, não seremos fortes para dizer não diante de uma oportunidade.

Não estou falando sobre tentação, pois existe uma grande diferença entre tentação e pecado...
Tentados sempre seremos. O próprio Jesus foi tentado pelo diabo no deserto, mas não cometeu pecado!

Tentações virão, mas não devemos permitir que se instalem em nossas mentes e cometamos um pecado.

"E as aves desciam sobre os cadáveres; Abrão, porém, as enxotava."  (Gênesis 15:11)

As aves de rapina voavam sobre Abrão, mas ele não permitia que "pousassem, fizessem ninho e chocassem ovos". É justamente isso que devemos fazer com a tentação!

Quando Deus está acima de tudo, o adolescente e o jovem sabe da necessidade de vigiar seu próprio pensamento.

"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai."  (Filipenses 4:8)

3) Para Davi, ter uma aventura sexual com Bateseba era "tudo".

Quando Deus está acima de tudo, nos preocupamos e zelamos para não ferir os Seus princípios.
Quando perdemos Deus, colocando-o em segundo plano, perdemos também a vergonha. 
Distantes de Deus nossos valores e padrões caem abaixo do chão, erramos e colhemos consequências...

Você pode dizer: "Mas Davi se arrependeu!"

Lembre-se: Arrependimento não anula a colheita, mas nos qualifica a mudar a semente e começar a colher coisas melhores em Deus, porém o que foi semeado será colhido.

Não vos enganeis: de Deus não se zomba; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. (Gálatas 6:7)

A semeadura é opcional, mas a colheita é certa! Enquanto não semeamos, temos o direito de escolha, mas depois que semeamos, não há mais opção.

Precisamos nos arrepender de colocar qualquer outra coisa acima de Deus, pois Deus tem que estar acima de tudo.

Para Jesus, Deus estava acima de tudo, por isso, Ele decidiu morrer por mim e por você!

"Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres." 
(Mateus 26:39b)

Valeu, galera!

2 comentários:

  1. muito bom!... Me edificou d+! Muito Obrigada!
    Glória a Deus por sua vida...!

    ResponderExcluir
  2. Muito Bom!...Me edificou d+!
    Glória a Deus por sua vida...!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.