Header Ads

Entrevista com"Mosquito" (Fighter MMA e Jiu - jitsu)

Conhecendo um pouco mais sobre o "Mosquito":


João Bosco da S. Gouveia, vulgo : "Mosquito " , 22 anos, nasceu no Estado da Paraíba, na cidade de Taperoa  em 2 de setembro de 1989. Aos seus 2 anos de idade mudou-se para o Estado do Rio de Janeiro onde mora atualmente com seus familiares.


Morador da Comunidade Rio das Pedras onde começou a prática do Esporte Jiu - jitsu há 11 anos,  no Projeto Social idealizado pelo presidente da Associação Josinaldo da Cruz e seus professores Luiz Claudio e Thiago Veiga: 


" Comecei a treinar com 10 anos de idade no projeto social pelo motivo de gostar muito de lutas e por não termos muitas variedades de atividades na comunidade... O projeto ajuda muitas crianças a ficarem longe das drogas e terem uma perspectiva de vida melhor em sua jornada na terra". Nós que moramos em comunidade, quando entramos no mundo da luta ou em qualquer outro esporte, é para esquecermos os momentos ruins que passamos no dia-dia. Abraçamos as oportunidades postas por Deus em nosso caminho e damos o nosso melhor para poder crescer e mostrar a nós mesmos que podemos ser muito melhores do que achamos ser, e glorificar a Deus com nossas vitorias através dos dons que ele nos concedeu . Hoje tenho o privilegio de ser um faixa preta, atualmente treino na equipe LCCT onde venho desenvolvendo o meu talento dia após dia."


João Bosco da S. Gouveia " Mosquito", apesar da pouca idade, o lutador já tem bastante experiências, tanto nacional como internacional: África do Sul, Thailandia e Estados Unidos e muitos títulos, dentre os mais significativos estão: Três Campeonatos Mundiais 3 colocado, Campeão Brasileiro , Oito Campeonatos Estaduais, Segundo Copa do Brasil, USA MMA :Racine Fight V, Extreme Cage Fighting Organization, NAFC Bad Blood. 


Para ter esse currículo recheado, esse jovem de talento vem ralando muito, tanto dentro dos tatames quanto na vida profissional. No curto tempo em que o atleta possui, quando não está nos tatames, passa suas horas meditando no livro sagrado: Bíblia, estuda, navega em sites de lutas, busca informações adicionais ao seu dia a dia para ser uma pessoa melhor social e profissionalmente. 


Dentro do tatame e fora,dando sempre um bom testemunho da sua vida, mostrando às pessoas que para se obter sabedoria, conhecimento e sucesso é preciso ter temor ao Senhor em todos os aspectos da vida, curte belos lugares com bons amigos, um cinema e, é claro, um bom DVD de lutas.


"Levo uma rotina de batalhas a cada dia, mas, graças a Deus, tenho sempre obtido vitórias; e mesmo que as coisas nem sempre sejam como desejamos há sempre um propósito em cada situação em nossas vidas"


Entrevista:


@FujaCrente: Você começou a treinar com 10 anos de idade. Algumas pessoas, erradamente, evitam colocar seus filhos em artes marciais, afirmando ter medo de desenvolver, na criança, um perfil violento e, até, criminoso. Que princípios aplicados no Jiu - jitsu contribuíram, justamente, para que você não entrasse por esse caminho de violência e criminalidade?


"Mosquito": Acredito que esse tipo de pensamento vem sendo mudado ano após ano...  Vejo o esporte como uma oportunidade de vida e não algo que irá levar uma criança a ter um perfil violento; pelo contrário, hoje em dia nós professores sabemos que essas crianças serão o futuro do esporte. Em qualquer esporte de luta ou outro tipo, os professores buscam sempre passar o respeito aos alunos, como cumprimentar antes de entrar, pedir para sair, regra de horário, respeitar o seu adversário etc...  Hoje em dia temos o tal do bullying ( onde crianças sofrem agressões em escolas e etc ). Através de uma arte marcial, podemos ver que muitas estão melhorando o seu convívio fora dos tatames, aprendendo a ter confiança para falar e adquirindo o respeito merecido.


@FujaCrente: Após quanto tempo de treino você começou a participar de combates?


"Mosquito": Que eu me lembre, fora da academia foi logo após um ano de treinamento .(2001).


@FujaCrente: Quem, na sua família e na vida, foram ou são seus maiores incentivadores?


"Mosquito": No começo,  minha avó ( Inacia ), minha mãe ( aldeiza ), meus professores ( Luiz Claudio e Thiago Veiga ), o presidente na associação onde comecei a treinar e sua esposa ( Josinaldo " Nadinho" e Adriana Cruz ), fora alguns amigos que sempre me apoiaram como : Antonio ( Posto Shell do Anil ), Luiz e Paula ( Pollo Multimarcas ), Marcelo ( Paparazzi ), Thales Blaso, Robson, Reino, Gilmar, Rodrigo Doval, Fabinho, Joy, Raphael Barbosa, Weldon ( Carvão ), Fabio Gracie, Leonardo ( Samuraii), Danilo Barbosa ( Meu irmao em Cristo, uns dos 500 alunos do projeto como eu, mais só restou ele e eu até hoje dos 500 e graças a Deus estamos no mesmo caminho ), Jon Hinds ( MBG), Pedro Famorrim, Opal Divine, entre outras pessoas que poderiam ser citadas aqui, mas quero que saibam que cada uma delas tem o nome gravado no meu coração, da mais simples até a mais sofisticada, do copo d'gua até algo que um ser humano possa achar valioso nessa terra, e claro não poderia deixar de falar dele, a razão de estarmos aqui hoje nesse planeta terra : Jesus Cristo pelas maravilhas que ele fez por nós na cruz. Se não fosse ele, não teria hoje a oportunidade de poder fazer o que eu amo e, claro, eu mesmo por não deixar as emoções e frustrações me tirarem da minha meta, do meu sonho.


@FujaCrente: Com quantos anos ganhou sua primeira medalha? Foi de ouro, prata ou bronze?


"Mosquito": Como todo atleta, as primeiras competições são sempre internas. Tive duas competições internas e em todas elas obtive medalha de ouro, ou melhor de latinha né haaha, e como disse anteriormente, 2001 foi minha primeira luta em competições, onde até hoje eu me lembro tudo, competimos entre alguns alunos da academia e no final acabou sendo eu e um dos meus melhores amigos na época. a luta acabou empatada e o campeão ficaria com o troféu da noite... Como amigos, resolvemos dar o troféu ao mascote da turma ( Danilo meu irmão em Cristo, citado acima ), mais foi maravilhoso o dia e a experiência.


@FujaCrente: De onde vem o apelido "Mosquito"? rsrs


"Mosquito": No Jiu jitsu, a maioria dos atletas obtém um certo apelido...  Vai do animal mais feio ao mais bonito ou etc haha, o meu foi pelo simples fato de ser magrinho (haha) e por gostar de aplicar uma posição chamada : Arm Lock Voador ou Triângulo Voador. (Que você verá numa luta abaixo!)


@FujaCrente: Como é seu ritmo de treino semanal?


"Mosquito": Costumo treinar de Segunda a Sexta de 3 a 4 vezes por dia ( As vezes até Sábado). Parte da manhã malhação ( Treinamento Funcional: Parte de cima - Seg, Ter, Quar -  Baixo : Ter e Quin). Na parte da tarde Muay thai, Boxing e Jiu Jitsu, uma hora, no mínimo, para cada treinamento, e o mais principal de tudo me alimentar corretamente e dormir, no mínimo, oito horas por dia, que é uma das melhores partes do treinamento.


@FujaCrente: Quem é Deus pra você?


"Mosquito": Deus é o Princípio, o Meio e o Fim... Princípio da minha esperança, vitórias, conquistas, caráter, valores, e a pessoa que sempre estará em todos os lugares que precisar; que estará olhando por mim nas horas de aflição e alegria. Não importam as circustâncias que eu esteja passando, ele vai sempre me amar com um amor incondicional.  Minha vida, meu tudo, onde encontro a paz que só Ele irá preencher, e nada nem ninguém mais.( Não temos palavras para expressar o que é Deus... Só quem conhece, sabe o que estou falando). Que muitos possam ser alcançados pelo mesmo amor que eu fui, em nome de Jesus, Amém!


@FujaCrente: Fale-nos sobre sua caminhada com Cristo... (Experiência de conversão, vida de oração etc).


"Mosquito": Sou Cristão há quase 3 anos. Antes tive a oportunidade de conhecer um pouco sobre o catolicismo, onde ajudava os padres na missa como coroinha; e logo após alguns anos, frequentei um pouco do Frei L. ( Espirita ), onde os familiares do meu professor e ele frequentam. Em 2009, tive a oportunidade de viajar para Thailandia, onde também vi diversas coisas sobre Budha, mais não segui nada, apenas observava as culturas e como eles adoravam imagens etc...  De volta ao Brasil, um dos meus amigos de treino veio conversar comigo a respeito de Jesus. Ele espelhou minha caminhada do dia a dia com a historia de José do Egito, e aquilo me tocou muito... Choramos juntos! Foi algo maravilhoso! Após isso falei comigo mesmo: "Acho que é a hora de procurar Deus e seguir os Seus caminhos." Entrei na igreja Bola de Neve Church - Rio, onde tinha diversos amigos e praticantes de lutas também; me senti em casa  =), após 2 meses me batizei e venho até hoje, seguindo a Deus e suas escrituras Sagradas. Mantenho um jejum anual, procuro sempre estar jejuando nos dias de semana ( confesso que quando estou jejuando direto são sempre uns dos melhores dias da minha vida, onde tenho experiências sobrenaturais com Deus ). Ultimamente tenho lido a Bíblia no mínimo 1 capitulo por dia. Antes eu costumava a ler 5 capítulos, mas esses dias irão voltar  =). Sempre pesquisando na internet e vendo cultos online, ajudando amigos na net, buscando sempre fazer aquilo que a palavra nos ensina, apesar de não ser perfeito, busco fazer o melhor conforme a Palavra nos encoraja, buscando sempre dar um bom testemunho de Cristo através da minha vida.


@FujaCrente: Você é um Atleta de Cristo de Jiu - jitsu e MMA. É possível compartilhar Cristo nos treinos e competições? Alguma experiência para nos contar?


"Mosquito": Sim, sem Duvidas... Quando as pessoas olham pra você, elas enxergam algo diferente, por que todos aqueles que seguem a Deus têm uma luz que brilha onde quer que esteja, uma alegria, paz de espírito, sempre compreensiva a respeito do próximo, ajudando sempre ao próximo com palavras de carinho, glorificando a Deus dentro e fora do tatame,  agradecendo pela vitória ou derrota, são coisas assim que ficam gravadas na memória das pessoas quando eles te conhecem, e é nesses momentos que buscamos passar a mensagem a respeito de Cristo. As vezes, não precisamos nem falar! Só o nosso modo de se comportar já diz que temos algo especial - Jesus Cristo. E por esses motivos venho sempre ajudando pessoas em seus problemas e fico muito feliz em ver muitas almas sendo tocadas pela mensagem e transformadas a cada dia.


@FujaCrente: Fale-nos um pouco sobre sua família... (Pai, mãe etc). 


"Mosquito": Eu e meus familiares somos de famílias humildes, como todo imigrante. Eles vieram para o Rio a procura de uma vida melhor e de poder dar uma educação melhor aos seus filhos. Não sou tão chegado na minha família, a não ser minha mãe ( Aldeiza ) e avó ( Inacia ). São pessoas que amo muito e sei que sempre estarão ali na hora que precisar. E tenho 2 irmãos menores, uma de 7 e outro de 17 anos. Na minha infância, meus pais tiveram diversas brigas, umas por causa de bebidas alcoólicas, companhias e outras até mesmo pelo simples fato da minha mãe me apoiar no meu esporte, em fim... tiro lição de todas elas, para que no futuro possa ser um pai melhor  para aos meus filhos. Deus tem propósitos em tudo e nada acontece sem que Ele permita. Até as coisas que, aos nossos olhos, parecem inacreditáveis. Hoje em dia, oro por eles para que no futuro a promessa de "Eu e minha casa serviremos ao Senhor" possa se cumprir. Sei que não será no meu tempo e sim no tempo de Deus...  Assim seja! A respeito do meu pai, não guardo nem um rancor, até mesmo por que se guardar, não irá fazer mal algum a ele e sim a mim mesmo.


@FujaCrente: Da mesma forma que foi alcançado por um projeto social, hoje você dedica algum tempo ou investimento para ensinar ou ajudar em algum projeto?


"Mosquito": Como venho viajando direto, graças a Deus, não tenho tempo necessário para dar aulas em projetos sociais, mas temos crianças no Brasil onde buscamos sempre ajudar da melhor maneira possível. Crianças que, hoje em dia, já carregam o título de campeão mundial, estadual, brasileiro e etc. que já não pensam em trabalhar em favelas como um traficante ou algo pior; mas sim, em ser um pai de família e poder ajudar sua família fazendo o que mas gosta. Se Deus quiser, futuramente, quando tiver minha própria academia ou estabilizado em um local, será um dos meus principais planos e sonhos.


@FujaCrente: Qual você considera sua vitória mais importante? Porque?


"Mosquito": Minha vitória mais importante foi nascer de novo em Cristo Jesus e conhecer o amor de Deus em minha vida, e hoje poder compartilhar esse amor através da minha vida. 
Entre competições, todas são importantes, cada luta tem algo novo, um sentimento diferente. O mais gratificante é quando o juiz levanta sua mão e todos gritam seu nome ou apelido, e você por dentro cheio de alegria...  Não tem palavras! Maravilhoso saber que o treinamento valeu apena. Logo após a vitoria começa tudo outra vez ..... hahah !!! Treino.. Treino.. Treino.


@FujaCrente: Nos esportes, assim como na vida, nem sempre se ganha todos os desafios! Como você lida com isso?


"Mosquito": João: 15 - Jesus disse:  Eu sou a videira verdadeira, meu pai o agricultor, todo ramo ligado a mim dá fruto eu podo para que dê mais fruto. Eu acredito que Deus vê nossas derrotas deste modo, nada acontece sem razão, ele nos "corta" para aprendermos e produzir ainda mais. Devemos olhar para as falhas e erros como uma oportunidade de melhorar para a próxima batalha e assim sermos vitoriosos. Não só na batalha mas como na vida. Gostaria de compartilha um texto que sempre levo comigo:  “Aprendi na vida que nosso maior medo não é que sejamos inadequados. Nosso maior medo é sermos poderosos além da medida. É a nossa luz, e não nossas trevas, o que mais nos assusta. Nós nos perguntamos: Quem sou eu pra ser brilhante, lindo, talentoso, fabuloso, especial! Você é o filho de Deus. Seus pensamentos e joguinhos pequenos não servem ao mundo. Não há nada de iluminado em encolher-se tanto que outras pessoas não se sintam inseguras ao seu redor. Nós devemos brilhar, como as crianças. Nós nascemos pra manifestar a glória de Deus que há dentro de nós. Ela não existe em apenas alguns de nós, ela está em todos. E conforme deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos a outras pessoas a permissão pra fazer o mesmo. Conforme nos liberamos de nossos medos, nossa presença automaticamente libera outras pessoas”. Posso ouvir um Amem ???...


@FujaCrente: Se não fosse lutador de Jiu - jitsu e MMA, seria...


"Mosquito": Graças a Deus eu tive a oportunidade de aprender a trabalhar com chaves ( Chaveiro),  mas futuramente pretendo fazer uma faculdade de educação física, administração ou economia, seja o que Deus quiser... Até lá muitas coisas irão acontecer haha. Os Planos de Deus são sempre melhores do que os nossos, então eu prefiro optar por sua vontade que é boa, perfeita e agradável.




BATE BOLA COM "MOSQUITO":


Um lugar:  Brasil.
Uma viagem: Ilhas Maldivas.
Um texto bíblico: Então vereis a diferença entre o justo e o ímpio, entre o que serve a Deus e o que não serve ( Ml 3:18 )
Futebol: Esporte.
Jiu-jitsu: Estilo de Vida.
Bíblia: Meu Alicerce.
Uma comida: Arroz frito com Frango.
Uma bebida:  ice tea.
Saúde: viver bem com a vida
Vidas: Instrumentos de Deus.
Jesus: Senhor e Salvador.
Família: Carinho especial.
Amigos: Pessoas enviadas por Deus para nos ensinar algo novo.
Igreja: Lugar de Paz, Adoração, amizade, compreencão, amor ao próximo.
Internet: Possibilidade de ensino, onde fico viajando.


Assista uma competição do nosso amigo "Mosquito":


Twuiter: @Fightmosquito
Facebook: http://www.facebook.com/FightMosquito

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.