Header Ads

Masturbação: Uma mente que vive em estado de culpa, não permite que a Graça de Deus traga a cura!

A consequência mais latente da masturbação, é a culpa gerada logo após o ato.

Vejo muitos sites tentando tornar a masturbação um ato normal e comum, na vida de todo jovem e adolescente, até mesmo cristão.

"Se não posso fazer sexo antes do casamento, qual o problema desfrutar do prazer proporcionado pela masturbação?"

Entendo que a masturbação não é uma semente em si, mas é fruto de algumas outras atitudes que deveríamos fugir, mas que permitimos que plantem a semente da lascívia em nossos corações. 

Exemplos:

1) Pensamentos eróticos;
2) Vislumbrar de pornografia (seja através de revistas, programas de TV, sites da internet ou filmes pornôs vendidos na esquina por um preço que qualquer adolescente pode comprar);
3) Conversas com conotação sexual em salas de bate-papo , e que estão aos montes na rede;
4) Carícias que provocam excitação durante o namoro;
5) Uma webcam liberada;
6) Conversas entre "amigos" (papinhos relatando experiências);
7) Leituras imorais (contos eróticos).
    E por aí vai...

Seremos constantemente tentados a permitir que qualquer uma dessas atitudes instalem sementes em nossos corações. 
Espaços são abertos quando não há a devida vigilância nesses pontos, e, quando há nossa permissão e autorização para que se instalem, consequentemente iremos cair no ato da masturbação.

Percebam que a masturbação em si é resultado da falta de vigilância e permissividade no momento da tentação.

Se resistirmos à tentação, não permitindo que se instale a lascívia em nosso coração, com toda certeza, não cairemos em pecado!

"Cada um, porém, é tentado pelo próprio mau desejo, sendo por este arrastado e seduzido.
Então esse desejo, tendo concebido, dá luz ao pecado, e o pecado, após ter se consumado, gera morte."
(Tiago 1:14-15)

Ou seja: 
1) A tentação vem para despertar um mau desejo;
2) A tentação, quando permitimos, cumpre o objetivo determinado pelo diabo, nos seduz e desperta em nós um mal desejo;
3) Depois que esse desejo é desenvolvido (concebido) no coração, aí não tem mais jeito, pois dará luz ao pecado;
4) Após consumarmos o pecado, vem a culpa (morte).

Esse é o processo!
O momento que temos para vencer o pecado é durante a tentação, pois tentação ainda não é pecado e sempre seremos tentados, porém se permitimos que passe desse ponto e não resistimos à tentação, nosso coração já estará contaminado e ficaremos cegos pelo desejo de um prazer momentâneo.

O processo da masturbação é o seguinte: TENTAÇÃO + PERMISSÃO + DESEJO DESENFREADO + MASTURBAÇÃO = CULPA.

O processo deveria ser: TENTAÇÃO + RESISTÊNCIA = VIDA DE SANTIDADE.

NÃO PERMITA QUE PASSE DA TENTAÇÃO!

Uma mente que vive estado latente de culpa, não permite que a Graça de Deus traga a cura! Deus derrama Graça, mas a própria pessoa não aceita, por não se sentir digna disso!

Toda pessoa que pratica a masturbação sabe que esse é um processo que não é saudável. E porque sabe que não é um processo saudável, isso vira culpa no coração; e quando vira culpa, blinda a oração!
Não é que Deus se blinde em relação a nós, somos nós que nos blindamos em relação a Deus!

Na mesma medida que a pessoa diz: "Eu preciso de Deus!" Ele se fecha para o próprio Deus, por vivenciar esse estado de culpa!

"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." (Filipenses 4:8)

Daí pensamos em tudo o que é falso e não autentico, em tudo o que não provem de honestidade, em tudo o que é injusto, em toda sujeita da pornografia e das demais atitudes que citei mais acima, em tudo o que não é proveniente do amor saudável, em tudo o que não tem boa fama... Como não cair na masturbação, permitindo todas essas coisas? Impossível!

A longo prazo, tudo se torna muito mais preocupante, pois nosso espírito vai perdendo a pureza.
Viver nessa bagaça, comendo e se alimentando de pornografia e demais atitudes que levam à masturbação, geram culpa, que faz com que bloqueemos nossa comunicação com Deus através da oração, vida íntima com Deus e contato com a Palavra. Aí a total escravidão se instala!

Precisamos receber a Graça, a justificação e o perdão de Deus, porém, se a culpa me impede de receber a Graça, como receberei o perdão de Deus?

Precisamos nos arrepender e fugir da aparência do mal (Tudo o que pode nos fazer pecar)! 
Se fugirmos da aparência do mal , o mal não se instalará!


4 comentários:

  1. obrigado por essa postagem...

    ResponderExcluir
  2. Esse post me fez pensar, e ver o que eu estou perdendo em minha vida espiritual! Deus é maravilhoso, e eu sei que Ele quer que eu volte para casa dele, limpa! Obrigada por tua misericórdia Papai!

    ResponderExcluir
  3. Verdade, querida. Tbm sofri muitos anos nesse pecado e sei o quanto é destruidor, apesar de na hora ser "bom". Só q minha vida espiritual a cada dia tava se acabando, não tinha coragem nem de orar mais. Me sentia a pessoa mais indigna do mundo. Mas o Senhor é Deus amoroso, Ele nos chama pelo nome e sabe a fragilidade de cada um. O que precisamos é busca-lo. mesmo nos sentindo sem força, Ele nos restaura, e nos faz um vaso novo. O segredo é encher-se das coisas que vem do ALTO. Que Deus te abençoe querida!

    ResponderExcluir
  4. Louvado seja Deus pela vida de vcs

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.