Header Ads

A sutileza das influências que recebemos. Porque agimos como agimos?

Desde pequenos, vimos o Tarzan andando nu. A Cinderela chegava em casa por volta da meia-noite. O Pinóquio mentia a todo instante. O Aladim era ladrão. O Batman dirigia a 320 Km/h. A Branca de Neve morava com sete homens e o Popaye fumava uma erva. Como assim?

Fala, galera!
O objetivo desse artigo é utilizar, inicialmente, um tom de comédia para tratar de um assunto bem sério: a formação de nosso caráter e a responsabilidade que temos de buscar tratamento em Deus quando há uma deformação em nosso caráter.

Porque somos tão permissivos com as coisas erradas? 
Mentirosos, imorais, irresponsáveis, sensuais, dissimulados, maliciosos e cheios de segundas intenções...

Você pode dizer: "Que isso! Nóis é crenti..."

A verdade é que não somos tão bonzinhos assim...

"Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem.Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo." (Romanos 7:18-21)

Existem vários fatores que podem marcar nosso caráter durante a criação: influência dos pais, da televisão, do ambiente escolar, de amigos, abusos na área sexual, exposição a violência, dentre outros...

Grande parte de nossas reações e comportamentos são aprendidos durante a infância.

Existem comportamentos em nossas vidas, que somente com a ajuda do Espírito Santo conseguiremos vencer!
Estamos tão acostumados a reagir de uma mesma maneira, que para mudar um hábito, um comportamento ou uma atitude, que são contrários a Palavra de Deus, precisamos reaprender e reajustar nossos princípios errados aos princípios de Deus.

Por vezes, agimos de uma determinada forma, crendo que estamos certos, porém precisamos aprender com o rei Davi que pedia ao Senhor para sondar seu coração e ver se havia nele algum caminho ou princípio que era contra os princípios de Deus e, além disso, dava liberdade ao Senhor para mudar seus conceitos.

"Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno." (Salmos 139:23-24)

Existe a possibilidade de sermos sinceros em certa atitude e estarmos sinceramente errados, pois o que pode nos impulsionar são princípios aprendidos que não estão de acordo com os princípios do Reino de Deus.

Precismos permitir que o Senhor sonde nosso coração e trate nosso caráter, pois um caráter não ajustado a Palavra de Deus, irá produzir atitudes que trarão consequências ruins para nossa vida!

Uma sexualidade desajustada, irresponsabilidade, mentira, vício de roubo, inconsequência, promiscuidade, malícia e demais falhas de caráter, precisam ser submetidos a cura do Espírito Santo!

Somente através da cura, o passado fica para trás!
Enquanto existirem desajustes em nosso caráter, iremos responder e agir de acordo com os princípios destorcidos aprendidos no passado.
"Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante," (Filipenses 3:13)
 Esquecer do que ficou para trás, significa não viver movido por princípios corrompidos e ter o futuro determinado por uma experiência restauradora com o Espírito Santo.

Espírito Santo, venha me desembrulhar, curar e transformar minha vida por completo!

Amém!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.