Header Ads

Coelhinho da Páscoa, o que fizeste por mim?


Assim como no Natal, onde uma figura estranha de barba branca e aparentando uma certa idade tenta roubar a cena,  supostamente cometendo o delito de invadir casas entrando pela chaminé,  na Páscoa não acontece diferente!

Um coelhinho - branquinho, felpudo e singelo - tenta roubar as atenções e fazer cair no esquecimento o real sentido da Páscoa...

Você sabe o que é a Páscoa?

Alguns de nós prontamente responderia: Significa a morte de Jesus!

Somente?

Bom... Vamos lá!

A Páscoa é uma das três* grandes festas religiosas de Israel, que comemorava a libertação do Egito, na noite em que Deus "passou por cima" das casas dos israelitas durante o massacre dos primogênitos.  (Leia em Êxodo 12 como a Páscoa foi instituída!)

* as outras duas grandes festas eram: Pentecostes e Tabernáculo.

Este acontecimento, descrito em Êxodo, serve como uma ilustração da redenção realizada por Cristo no Calvário.

"No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!" (João 1:29)

A História e a Profecia estão unidas nessa afirmação de João Batista.

A História (o cordeiro da Páscoa):
"Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês cada um tomará para si um cordeiro..." (Êxodo 12:3a)

A Profecia (o Messias):
"Ele foi oprimido e humilhado mas não abriu a boca; como cordeiro foi levado ao matadouro..." (Isaías 53:7a)

Êxodo capítulo12 retrata o que aconteceria com Cristo:

- A oferta tinha que ser perfeita:
"O cordeiro será sem defeito..." (Êxodo 12:5a)

"mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo." (I Pedro 1:19)

- O cordeiro precisava ser morto:
"... e todo o ajuntamento da congregação de Israel o imolará no crepúsculo da tarde." (Êxodo 12:6b)

"... Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, produz muito fruto." (João 12:24b)

- O sangue tinha de ser aplicado:
"Tomarão do sangue e o porão em ambas as ombreiras, na verga da porta, nas casas em que o comerem." (Êxodo 12:7)

"Com efeito, quase todas as cousas, segundo a Lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão." (Hebreus 9:22)

Portanto, a Páscoa nos traz a memória a libertação do povo da escravidão do Egito e a morte de Cristo para nossa salvação.

Daí eu pergunto: Coelhinho da Páscoa, o que fizeste por mim?

O coelhinho não deu sua vida para que eu tivesse o perdão!
O coelhinho não deu seu sangue, gota por gota, para que eu tivesse a salvação da minha alma!
Não foi o sangue de um coelhinho que me deu direito à vida, mas o sangue do Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

Ah! Ia me esquecendo!
Galera, coelho sequer bota ovo! Como um coelhinho e os ovos estão sempre associados durante esse período?

Sei, sei...
Chocolate é muito bom!
E eu quero ganhar também!
Mas não vamos permitir que uma fábula tome o lugar do real e verdadeiro significado dessa data.


A Páscoa é do Cordeiro e não do coelho!

Feliz Páscoa!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.