Header Ads

"Eu sou viciado em pornografia!"

Assim que sua esposa arrancou o carro, o Pr. Jessie ligou seu computador.

Com mãos tremulas, ele percorreu as telas até a área de conteúdo pornográfico com o qual ele já estava bem familiarizado. Sua expectativa aumentou à medida que clicava em um de seus sites favoritos.

Jessie não percebeu que sua esposa já estava suspeitando de que ele estava com um problema. Naquela manhã, ela decidiu espreitar pela casa para ver o que ele estava aprontando.  Ela entrou na sala antes que ele percebesse. O olhar de horror e traição em sua face quando ela viu a tela do computador o atormentaria por meses a fio.

A história de Jessie poderia ser multiplicada por milhões. De acordo com o “U.S. News and World Report” (um jornal americano), os surfadores da web gastam $970 milhões em web sites pornográficos em 1998, subirá para $10 bilhões em 2013. Um pesquisador estima que 60 milhões de americanos têm visitado web sites de sexo explícito.

Tragicamente o percentual de homens cristãos envolvidos não é muito diferente do número de não salvos. De acordo com a maioria das pesquisas, pelo menos 17% de cristãos vêem pornografia regularmente. A internet tem criado as imagens sexuais mais disponíveis ao click do mouse na privacidade do escritório ou casa de qualquer um.  

A história do pastor Jessie é bem comum. Depois de completar o seminário , ele entrou no ministério com um sincero desejo de “andar da maneira que agrada a Deus”. De primeiro, ele manteve um relacionamento com Deus, ministrando ao seu rebanho da abundância que vinha de sua vida devocional vibrante.  Como resultado muitas pessoas começaram a vir para sua igreja. Esse gosto de sucesso o dirigiu. À medida em que suas crescentes responsabilidades demandavam mais de seu tempo, sua vida de oração começou a diminuir. Quando ele tentava orar, parecia que os céus estavam fechados para ele. Ao invés de gastar tempo na Palavra buscando o alimento de que precisava pessoalmente, ele simplesmente gastava seu tempo procurando por material de sermão. Depois de um período de meses, a fonte de vida se secou para ele. Na verdade seu ministério continuou a florescer , mas por dentro ele foi ficando mais e mais apático e de coração frio.

Jessie não percebeu isso, mas seu estado de “surdez” espiritual o fez ser um alvo aberto para o inimigo. Durante esse período de tempo, ele começou a ter pensamentos cobiçosos ocasionais. De início ele se livrava deles, mas com o tempo, ele crescentemente os mantinha. Um dia, enquanto navegava na internet, lhe veio o pensamento de digitar uma frase de cunho sexual na área de busca. Com uma curiosidade crescente e uma vida espiritual debilitada, ele cedeu à tentação. O que apareceu na tela era tão eletrizante para ele que passou duas horas percorrendo dúzias de web sites de conteúdo adulto. Jessie tinha acabado de entrar no reino sombrio da pornografia.

Por muitos meses depois esse “uma vez homem de Deus”, mergulhou cada vez mais fundo dentro dos esgotos de imagens pervertidas. Ele continuou dizendo a si mesmo que ia parar, sem perceber que cada simples visita a um site pornô o estava enterrando mais fundo em um abismo o qual seria muito mais difícil de escalar. Ter sido pego por sua esposa foi o começo, mas ele já tinha desenvolvido uma séria dependência. Em breve ele descobriu quão fracas eram suas promessas de parar. O seguinte trecho do meu livro No Altar da Idolatria Sexual explica isso:

À medida em que o viciado entra no estagio inicial de remorso, ele irá frequentemente fazer certas promessas a Deus jurando nunca repetir o mesmo pecado de novo: “Senhor, eu juro que não vou fazer isso nunca mais!”  

Quando seus olhos são abertos para a realidade do horrível vazio e natureza do seu pecado, ele prontamente faz esse tipo de voto; pois, é nesse momento que ele verdadeiramente vê o pecado como realmente é.

No entanto, o problema em tomar tal resolução é que ela vem da própria força e determinação do homem em resistir e vencer um mal. Esse tipo de “promessa” nunca resistirá tentações futuras na mesma área. É por essa mesma razão que o viciado em sexo tem tentado quebrar o hábito incontáveis vezes,porém sem nenhum sucesso.

O homem desesperadamente precisa de arrependimento. Arrependimento verdadeiro vem quando o coração do homem muda sua maneira de ver o pecado. Um homem somente irá desistir de seu pecaminoso, destrutivo comportamento quanto tiver verdadeiramente se arrependido disso em seu coração. À medida em que ele se move para mais perto do coração de Deus, ele começa a desenvolver uma “tristeza divina” por seu pecado.

A luta de Jessie Continuou. Ele ficou ainda mais desencorajado depois de ter se desapontar com as afirmações de livros “poderosos” e de seminários “transformadores de vida” sobre como superar o vício sexual. Ele considerou entrar no programa “live-in” (tipo clínica de internação)para homens lutando contra o pecado sexual, mas concelheiros próximos lhe disseram que ele não precisava dar um passo tão drástico. Finalmente, ele pediu demissão da igreja e decidiu entrar no programa. Ao chegar nesse ponto, ele não se importava com o que isso lhe custaria:Ele tinha que se acertar com Deus.

Deus começou a se manifestar a Jessie de forma poderosa no Vida Pura. Ele o ajudou a ver que seu problema não era místico. Ele simplesmente tinha que começar onde tinha saído do caminho em primeiro lugar: sua vida devocional. Tendo experimentado grande quebrantamento por causa da maneira com que seu pecado destruiu seu caminhar com Deus, devastado sua mulher, e arruinado seu ministério, ele buscou ao Senhor com um novo fervor. Estando em um ambiente protegido, ele começou a se arrastar para fora do abismo do pecado. A tentação perdeu seu domínio sobre ele. A esperança por uma nova vida em Cristo foi um incentivo para que continuasse a caminhar em direção a Deus. Não demorou muito antes que o fogo de Deus tivesse retornado para sua vida.

O apóstolo Paulo resumiu a recém encontrada liberdade de Jessie quando ele disse, “se você andar em Espírito, você não cumprirá os desejos da carne.” Cada pessoa precisa decidir por si mesma quão digna de confiança é essa declaração, mas eu posso testificar que, nos quinze anos em que eu tenho ministrado aos viciados sexuais – incluindo muitos ministros (pastores) – Eu nunca encontrei nenhuma evidência que desafie essa declaração. Um homem pode freqüentar semanalmente a grupos de apoio, receber aconselhamento continuado, ir a reuniões de libertação, receber oração de evangelistas famosos, ou até entrar em para uma clínicade recuperação para viciados sexuais, mas se ele será libertado da cobiça sexual, será certamente forçado a encarar o que significa andar em Espírito.

Alguns desses esforços podem ser úteis, mas somente Deus tem o poder de limpar o coração que foi contaminado pela pornografia e tornar uma pessoa livre.

Deus realizou muitas coisas na vida de Jessie que foram instrumentos em sua vitória contra a pornografia – demais para referir em um artigo curto – mas o princípio básico fundamental que pode ser extraído dessa história é que um problema espiritual envolvendo o pecado só será resolvido através do trabalho do Espírito Santo:se você andar em Espírito, você não cumprirá as concupiscências da carne.

Steve Gallagher é o fundador e presidente do Ministério Vida Pura. Ele tem dedicado sua vida ajudando homens a encontrar libertação de pecados sexuais, vida abundante em Deus que vem através do profundo arrependimento.

Traduzido por Emilio C. L. Belo.
Igreja Batista em Aarão Reis, em 2012
Belo Horizonte, MG Brasil

FONTE: www.purelifeministries.org


30 comentários:

  1. como será que Deus nos vê, nós os viciados em pornografia? só que passa por isso sabe o qto é difificl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu realmente me sinto um lixo ao fazer isso. Luto o tempo todo para não chegar a esse ponto. EM uma pregação na minha igreja o Pastor disse: será que Jesus pode entrar ha qualquer momento em sua casa? Será que ele pode sentar ao seu lado e ver oque vc esta vendo? Sera que ele pode sentar ao seu lado e olhar oque vc esta fazendo?
      EU não me libertei disso hje, mas ja me livrei um dia. E vou me livrar para todo sempre. Pensem nisso, talvez Jesus volte em um momento em que estivermos assim. Evite olhar para qualquer mulher na rua, cante um hino na hora dos desejos. Lembre de pregações na hora da tentação. Abra a bíblia, coloque ela na frente do computador. Bloqueie sites pornos em sua casa sem vc saber como isso foi feito. Arranca o mal dos teus olhos. É oque eu desejo a todos irmãos.
      Que em nome de Jesus vocÊs vençam isso

      Excluir
  2. Eu entrei nesse pecado e quando eu terminava de ver eu sentia uma coisa ruim emmin mas continuava assim orava para que não acontecesse mais isso mas realmente eu me tornei um viciado

    ResponderExcluir
  3. Soy casada viciada em pornografia quero me libertar, que livro na biblia que posso ler para me ajudar a me libertar disso ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia toda a bíblia, busque a Deus em sinceridade de coração, ore, clame e peça por socorro, e sempre se lembre que os olhos são as janelas da alma.

      Excluir
    2. Procure o espírito Santo.. ele eh a maior de todas as bênçãos... ele vai fazer voce larga o vício e ainda por cima você se tornará uma cristã muito melhor as pessoas vão ver Jesus em você... :)

      Excluir
  4. “se você andar em Espírito, você não cumprirá os desejos da carne.”
    gloria a Deus

    ResponderExcluir
  5. Orem por mim, foi muito boa a leitura, quero me libertar disso...

    ResponderExcluir
  6. Orem por mim, pois e dificil a tempos que tento me libertar disso mais sempre volto e cometo o mesmo erro

    ResponderExcluir
  7. Meu nome é Anderson... por favor orem por mim. Estou preso nessa maldição faz anos!!! Quero servir ao meu Senhor com integridade e pureza de coração, mas me sinto um imundo depravado condenado!!! Por favor orem por mim!!! :'(

    ResponderExcluir
  8. Tambem peço oração meus irmãos, me chamo alexandre e desejo me libertar desse mal para que eu possa ter um viver digno diante de Cristo.. estarei orando por vocês!

    ResponderExcluir
  9. Nossa
    Também sou viciado em porto grafia.
    Quando me converti Deus me libertou, mas agora voltou tudo de novo.
    Essa história é bem parecida com a minha
    Pessoa que orem por mim também.
    Brigado

    ResponderExcluir
  10. Não sou viciada, mas quando estou muito estressada e cansada eu procuro me aliviar vendo pornografia. Me sinto culpada e não é tão bom quanto o sexo real.

    ResponderExcluir
  11. Eu era um sodomita terrível, tinha varias parceiras. Graças a Deus me converti, há 10 anos e me casei. E estive muito próximo do batismo com o Espirito Santo, mas até hoje não consegui...

    Luto contra esse vicio da pornografia faz uns 5 anos. Tenho recaidas, as vezes estou uma benção, faço a onbra e até prego a palavra. Mas por alguns momentos me vejo refem da carne, ando na rua e vejo as mulheres e aquilo por dentro me corrói.

    As vezes penso que o ideal era não ter tido experiencias depravadas quando ainda não era cristão, como me arrependo e como hoje eu pago o preço por aquelas escolhas que até hoje me perseguem e me veem a memória.

    ResponderExcluir
  12. Orem por mim estou prestes a me batizar e satanás colocou isso na minha vida...

    ResponderExcluir
  13. Meu nome é Caio(nome fictício). Tenho 24 anos e sou viciado em pornografia. Acho que tudo começou quando eu tinha 6 anos e fui levado a praticar sexo oral com um menino um pouco mais velho que me incentivou, assim como outros amigos que estavam comigo. Na época eu não fazia ideia do que estava fazendo e tudo não passava de uma brincadeira apesar de saber que aquilo que aconteceu não poderia ser dito pra ninguém. De fato até hoje ninguém sabe. Hoje, sabendo o que houve de verdade naquela época, odeio esse garoto com todas as minhas forças por acreditar que por causa dele, a vontade de descobrir o sexo surgiu cedo em mim e meus atos nojentos terem sido incentivados por ele. Comecei a me masturbar com uns 11 anos de idade e naquela época via revistas playboy mas com a Internet vinda com o acesso fácil à pornografia, passei a ver vídeos pornograficos. Ao longo do tempo, como se fosse uma droga, passei a querer experimentar coisas diferentes na pornografia por não ver mais graça nas antigas. No início via só mulheres, depois passei a ver incesto, tive desejos com minha irmã por um tempo e me masturbava pensando nela. Depois passei a ver zoofilia mas não me interessei, depois vi sexo gay e não me interessei também e depois comecei a ver sexo com travestis. Hoje o que tem me dado mais vontade de ver é incesto e sexo com travestis e isso tem me consumido de uma forma horrível. Apesar de não sentir atração por entes familiares e travestis na vida real, sinto desejo de ver em uma tela. Sou heterossexual e apesar de ter tido poucas namoradas, não tive problemas no desempenho sexual mas acredito que meus relacionamentos não renderam por eu enjoar rápido deles, consequência do enjoo rápido do tipo de pornografia, que me proporciona prazeres momentâneos. Depois de me masturbar, apesar da culpa, sentia a vida sendo chata assim como as mulheres que me relacionava, não querendo mais saber delas ou ignorando naquele dia. Estou afastado da igreja e sinto vergonha quando vou. Hoje ainda tenho visto pornografia mas cheguei a um ponto de passar quase uma hora procurando um vídeo que me excitasse tendo que escolher qualquer um até que me inscrevi num site de sexo com pessoas desconhecidas e sem compromisso. Não tive coragem de fazer sexo com alguém desconhecido mas só o fato de ter me inscrito e visto várias pessoas fazendo o mesmo, me excitava muito. Hoje tenho uma vida solitária, não sou bom com mulheres e tenho um autoestima baixo. Tenho medo de que isso se torne um problema pior do que já está. Nesse exato momento estou com vontade de ligar meu tablet e ver pornografia mas eu sei no que vai dar no final. Vendo vários relatos de viciados em pornografia como eu(pessoas de até 50 anos, casadas, com filhos, assumindo cargos na igreja, etc), penso em não esperar tanto tempo sem procurar ajuda pois quero casar e ter filhos. Tenho orado a Deus para me libertar mas tem sido muito difícil. Fico feliz em me expressar aqui pela primeira vez e peço oração. Agradeço ao site pela oportunidade e aos colegas com o mesmo problema pela coragem de se expressarem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá meu nome é maria (nome cientifico tbm) , me identifiquei com sua história, ah muitos anos atras quando eu era uma criança de 9 anos, uma "amiga" (amiga do capeta,eu axo) me incentivou a fazer sexo com ela, e eu mal sabia o que estava fazendo, mas eu gostei daquilo que houve, e ninguém sabe do que ocorreu, eu sou heterossexual, sou evangelica, tenho cargo na igreja, eu nao sei mais o que faço, a pornografia vem quando estou carente e muito desanimada, vejo pornografia de todos os jeitos, mas me sinto imunda, não posso falar com ninguém disso, quero ser liberta, ja consegui ficar mto tempo sem ver, mas sempre volta, os desejos aflorecem, e eu acredito que por esse abuso ter acontecido, eu tenho muitos desejos sexuais, vai chegando dia de culto eu não sei mais o que fazer como vou fazer a obra de Deus com minha vida imunda... só pra falar acabei de ver e me masturbar, ai na hora que eu vejo que eu fiz, me arrependo e digo que não vou fazer mais, mas não é o que acontece, eu não quero mais viver nessa vida imunda...quero ser livre e servir a JESUS verdadeiramente !
      Orem por mim !

      Excluir
  14. Boa tarde queridos, lendo esses depoimentos me identifiquei, tb vivi nessa prática por muitos anos, até que, a uns dois anos atrás, depois de muito ler, me informar, e cultivar uma vida devocional séria, tomei a decisão de largar essas práticas, talvez vc esteja pensando: "Mas eu tb já tentei várias vezes e não consegui, sempre acabo voltando." Comigo tb aconteceu assim, por várias vezes, tentei parar, ficava até um período longe, mas depois voltava a elas outra vez. O que, acredito, me fez parar de vez, foi: 1. Entender que é uma decisão sua, Deus vai ajudar, te dá forças, abençoar, mais a decisão de parar precisou partir de mim. 2. Sempre que me via ou me vejo diante dessas situações de retorno a essas práticas eu digo para mim mesma ouvir: Parei com isso! Isso não me pertence mais! 3. As vezes precisei fugir, sim, fugir das situações que podem me fazer cair outra vez. 4. Confessei a alguém em quem confio, que poderia me ajudar orando e conversando. Dividir esse peso com alguém foi muito importante pra mim. Cheguei a pensar que morreria com esse segredo/pecado. Por mais difícil, vergonhoso, doloroso que seja, peça a Deus que lhe mostre alguém com quem dividir esse fardo, e por último, o 5. Aprendi a ver Deus atuando claramente em minha defesa, em minha proteção, bloqueando minha mente para que não me lembre mais dos filmes que já vi, da histórias pornográficas que já li, e diversas outras situações. Qd aprendemos a ver Deus nessas situações, nos dá um grande conforto, pq sabemos que não estamos sozinhos, Deus não nos abandonou. Ele conhece nosso coração, e sabe qd há em nós um enorme desejo de parar com essas coisas, então Ele entra nessa batalha com a gente e nos ajuda. E é claro, junto a isso td, ORAÇÃO E BÍBLIA é o inicio de td. Não tenha medo de falar para Deus sobre isso, confesse a Ele como vc se sente antes, durante e depois, mais diga pra Ele, não tenha vergonha. Ele é a única pessoa que não te julgará, não te humilhará por isso. Procure decorar versículos bíblicos, ocupar a mente com outras coisas tb é importante, decore versículos que falem sobre pensamentos, sobre a nossa mente, Espírito Santo, tipo Ef. 4.8, Gal. 2.20, Lam. 3.21...e tantos outros que há na bíblia. Decore meditando sobre eles. Vc terá bons resultados. Que Deus te ajude, aliás, o fato de vc expor aqui já é um sinal de que Ele está te ajudando, não é mesmo?! Um abraço em Cristo!

    ResponderExcluir
  15. olá galera esse vivio esta me matando por dentro sinto que estou longe de Deus.

    ResponderExcluir
  16. Pessoal orem por mim, passei agora mesmo 3h no xvideos, acabei de entrar na adolescencia e n quero isso para a minha vida. Sou um viciado e preciso muito de ajuda procurei o pessoal da igreja e no começo funcionou mas agora está fora de controle, sou batizado e filho de pastor e to nessa faz 1 ano e meio, por favod orem por mim. Toda vez q vejo e me manstrurbo me sinto tão dstante de Deus q n consigo pedir perdão, e tbm eu sou o “ santinho“ na escola e eles vivem me chamando disso e isso me corroi por dentro e tbm pq falo pra eles n fazerem isso mas eus memesmo faço. Vou orar por vcs e Deus abençoe vcs, Amém.

    ResponderExcluir
  17. Difícil falar sobre isso. O sentimento que chega em nossos corações, a voz que ouvimos depois do ato é muito ruim!
    Hoje, mais uma vez, eu caí! A culpa que sinto, é inexplicável. Quantas vezes ja tentei parar, mas sempre retorno a esse vício maligno? Me identifiquei com o testemunho de cada um de voces e vi que nao estou sozinho nessa luta. Saibam que de joelhos dobrados, confessando,lutando e buscando cada vez mais esse erro em nossas vidas; em nome de Jesus, seremos libertos e contemplaremos nossas vitórias. Deus abençoe a todos a todos !

    ResponderExcluir
  18. Olá sinto até vergonha de dizer isso a aqui, mas não posso fugir da verdade. Comecei a var pornografia muito cedo, tão cedo que nem me lembro mais quantos anos eu tinha, melembro de um dia fui na casa de um amigo meu e ele não estava o irmão mais velho dele disse que ele não ia demorar muito e que eu poderia esperar por ele. Decidi então esperar, eu tinha chegao em sua casa era por volta de 9:00h, esse meu amigo não chegava então o irmão dele resolveu ligar pra ele, quando desligou o telefone perguntei a ele se ele ia demorar eu deveria ter uns 9 anos, por ai, (tava com pressa com medo da minha mãe brigar comigo e nao queria demorar) e ele deveria ter uns 15 anos. Enfim, ele me disse que Lucas (nome falso) iria demorar, entao eu disse que ia pra casa ele pediu pra esperar que agente ia assistir um filme e depois ele me levaria para casa e falaria com minha mãe por ele ser mais velho concordei. Ele veio e colocou um filme pornografio, eu fiquei sem reação sabia que aquilo era errado mas ao mesmo tempo fiquei com medo dele fazer alguma coisa comigo então fiquei calado e com os olhos vidrados no filme sem olhar pra ele. Quando olhei para traz ele tava sem roupa e estava se masturbando. Ele me pediu para eu fazer aquilo eu disse que não, ele me disse para eu calar a boca e fazer se não ele não ia me levar para casa e eu ia levar uma surra. Eu fiquei com medo e comecei a fazer sabe, eu estava com medo era só uma criança não sabia ao certo o que estava fazendo, sabia que estava errado mas por medo fiz, ate que ele me pediu para ir pro banheiro e me pediu pra continuar fazendo e cada vez mais rapido e mais rapido e mais rapido até que ele...
    Ele me proibiu de contar para alguem tudo aquilo e eu não contei. Passei um tempo sem ir na casa desse meu amigo, com nojo do que tinha feito, nojo de mim mesmo, nojo dele. Passou um tempo e eu nao me lembrava do que tinha ocorrido então voltei a frenquentar a casa do meu amigo dessa vez o irmão dele não estava morando mais lá. Depois disso ja mais velho passei a ver pornografia com esse meu amigo, mas só viamos mesmo depois cada um se masturbava passaram alguns anos e eu fiquei viciado. Aceitei a Cristo e hoje sou evangelico tenho 21 anos, mas não consigo me libertar desse vicio, isso tem virado minha cabeça noites e noites mau dormidas a angustia no coração eu tento parar mais não consigo. A culpa só cresce e atormenta minha vida é como se a cada fechar de olhos fico vendo as imagens em minha mente, o pior de tudo e que as vezes vem em minha mente coisas do tipo:
    Eu não tenho mais jeito/ Vou para o inferno/ Deus não me ama mais/ Vou me matar...
    Contudo tenho vos escriti isto porque precisava desabafar com alguem, saber que não estou só nessa luta. Amados rogo-vos orem por mim, tento me erguer só mas sei que não consigo, sei que com minhas proprias forças não vou a lugar a algum. Tenho orado a Deus para me ajudar para me perdoar, pois só ele é capaz de nos dar essa vitória. Que Deus continue nos dando graça e misericordia em nome de Jesus. Fiquem na Paz...

    ResponderExcluir
  19. Pelos comentários que eu li e por algumas experiências também nesse pecado maldito, eu penso que muitas vezes agente procura ser liberto, mas se esquece que a liberdade é Cristo. Quando você e eu colocarmos Cristo em primeiro lugar na nossa vida, ai sim iremos ser verdadeiramente livres, vamos andar no espírito e estar cheio dos frutos do espirito(galatas 5).

    ResponderExcluir
  20. Preciso confessar meu pecado, sou viciado há alguns anos e sou convertido há 5.
    Venho lutando sempre porém, parece que quanto mais luto, mais dificil fica...
    Não penso em desistir... Mas me sinto a pior pessoa do mundo, além do fato de ter medo do Espírito Santo se apagar da minha vida.

    Vejo Deus fazer tantas coisas em minha vida, Ele é tão bom... E tudo isso só me deixa pior vendo a minha ingratidão tão nítida...

    Há poucas semanas Ele me abençoou com uma moça linda que é além de minha côrte, minha melhor amiga, minha companheira... Fico duplamente mal quando peco porque vejo que traio a confiança de Deus e da minha amada... Eu clamo pela misericórdia do SENHOR publicamente, reconhecendo que eu sou indigno e que ELe é Perfeito.
    Quero ser santo porque é algo que ELe me ordena ser, "santo como Ele é Santo..."

    Preciso da sua graça meu SENHOR... Sem a sua presença eu morro.

    ResponderExcluir
  21. Olá gostaria que estivessem orando pela minha vida meu nome é Tiago e tenho 19 anos e desde ano passado mais ou menos na época do carnaval eu comecei com esse vício maldito que o diabo acabou colocando na minha vida, eu nunca fui de ver esses tipos de vídeos e muito menos masturbar, sempre soube que isso era errado e que eu só poderia e deveria sentir o prazer do sexo no casamento, mas a partir do momento em que eu comecei a acessar certos sites de pornogrfia minha intimidade com Deus n tem sido a mesma que era antes, eu quero sentir o espírito de Deus na minha vida sabe poder conversar com ele mas eu sinto que existe essa barreira na minha vida que acaba bloqueando, já tentei parar com isso mas n demora muito e eu acabo voltando a praticar isso de novo, por favor estejam orando pela minha sei que um dia eu irei me libertar desse vício que destroem muitas vidas e relacionamentos. Estarei orando pela vida de cada um aqui que escreveu o seu comentario,que Deus nos abençoe irmaos.

    ResponderExcluir
  22. Venho compartilhar minha situação nesse tema tão complicado , vício em pornografia ! Desde criança não consigo me libertar disso , me masturbo todos os dias , cada dia mais fico louco por isso , frequento a igreja , mas mesmo assim não consigo deixar de me masturbar , até dentro das igrejas , eu fico observando as mulheres , desejando elas de todas as formas , chego em casa , passo a noite pensando nas irmãs da igreja e me masturbando , isso é muito difícil , mas creio que irei me libertar .

    ResponderExcluir
  23. que merda de situação... nunca me identifiquei tanto com um texto e comentários. força galera, em Cristo a gente consegue!

    ResponderExcluir
  24. Olá, sou evangélico e estou passando por isso, eu me sinto mau quando eu vejo essa maldição, quero ser liberto em nome de Jesus.... Tenho nojo, quando eu termino de ver..... Eu pesso socorro!!!
    O pior que eu vejo pornô gays também.... Estou mau com isso...
    Me ajuda em oração!!!

    ResponderExcluir
  25. Sofro muito com esse vicio de pornografia gay e o pior e que ensino as pessoas a nao fazerem isso. Tudo começou quando ainda com 5 anos fiz sexo anal com um amigo meu, depois daquilo nao conseguia esquecer ja estava firme com Deus mas com pouco tempo comecei a esfriar e semana passada pesquisei fotos de porno gay e 3 dias atras vi um video e hoje pela primeira vez entrei no banheiro e me masturbei com uma das fotos que baixei, nesse momento sinto como se eu fosse incapaz de superar esse vicio agora estou tentando parar sei que Deus ira me ajudar....por favor orem por mim, pois sou lider de célula e sei que se eu nao parar toda minha celula se acabara

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.