Header Ads

Meu pai me estuprou pelo menos 200 vezes!

A pastora e escritora Joyce Meyer falou com mais detalhes sobre os abusos sexuais que sofreu na infância e adolescência e afirmou que o responsável era seu pai, que a teria estuprado centenas de vezes.

De acordo com Meyer, sua intenção ao falar sobre o caso é inspirar outras pessoas a buscarem ajuda e se recuperarem dos traumas.

“Ele não me forçou fisicamente, mas através de mentiras, manipulação, implantação do medo e ameaças, eu ainda fui forçada. Meu pai me estuprou, inúmeras vezes, pelo menos 200 vezes”, disse a pastora.

De acordo com informações do Christian Post, Meyer já havia falado anteriormente sobre os abusos na infância, mas agora, ela chegou à conclusão que o termo “estupro” é mais adequado para descrever o que passou.

“Não havia nenhum lugar que eu sempre me sentisse segura, enquanto estava crescendo”, disse ela, pontuando que seu pai aproveitava os momentos em que estavam sós para cometer os estupros.
Joyce Meyer afirmou que seu pai tentava fazê-la levar colegas para que ele se aproveitasse delas também: “Ele queria que eu trouxesse meninas da escola para casa, para que ele pudesse abusar delas”, contou, acrescentando que a filha de um vizinho chegou a ser vítima da perversão de seu pai.“O abuso sexual é tão vergonhoso que ninguém fala sobre isso. Ninguém sabe como falar sobre isso”, constatou. “Mesmo em bons dias, a atmosfera na qual vivíamos era super carregada com medo, porque eu nunca sabia o que poderia acontecer”, acrescentou.

Por fim, a pastora destacou que está livre do passado, e uma prova é ter se casado com Dave e se tornado mãe de quatro filhos a seu lado. Hoje, ela é avó de 10 netos. “Como isso pode ter acontecido comigo, e eu estando aqui hoje, se Deus não estiver agindo? […] Eu quero que as pessoas saibam como Deus é bom, e que sua luta vale a pena, a jornada vale a pena. Não desista”.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.